Libertários: à direita dos Democratas

Semana passada tive meu primeiro contato pessoal com os integrantes do Libertários (LIBER), o novo partido que tende a integrar o cenário político brasileiro nos próximos anos. São eles os ultra-liberais, dividos entre liberais clássicos, anarco-capitalistas e miniarquistas, que há tempos promoveram algumas discussões no site da Juventude Democratas.

As conversas foram interessantes… Fomos apresentados em um seminário do PSDB e logo de inicio recebi algumas indiretas de que o Democratas seria conservador demais para se considerar liberal. Achei engraçado… Na hora confesso que me senti um Tucano sendo considerado direitista pelo PT e esquerdista pelo DEM.

Nos próximos contatos tivemos a oportunidade de conversar melhor e achar diversos pontos em comum. Assumo que minha visão política acaba se aproximando bastante daquela que defendem os anarco-capitalistas, principalmente no tocante a liberdade do indivíduo, mas me considero um reformista.

Não acredito em mudanças bruscas, da noite para o dia. Não acredito que valha a pena sacrificar o curto prazo mesmo sabendo-se dos ganhos futuros. Devemos balancear… Saber dosar.

Mas acredito nos Libertários. Tem uma pureza política e ideológica invejável. O que falta a eles, no entanto, é um tom de realismo. Falta aliar aos seus objetivos também a prática política da negociação democrática. E isso não vai ser dificil. Já deram o passo mais complicado que é iniciar o trabalho.

Passei, a parti dali, a me considerar um admirador ainda maior da liberdade, da democracia e dos Libertários. Nós, como brasileiros ou democratas, temos muito a ganhar.

Para os interessados indico, além do site deles, os blogs em inglês dos professores Robert Paul Wolff, Hans Hoppe e Roderick Long, e em português do Instituto Ludwig Von Mises.

Aproveitem as leituras!

😉

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 9.2/10 (11 votes cast)
Libertários: à direita dos Democratas, 9.2 out of 10 based on 11 ratings