Aos responsáveis que reclamam

@VictorGuedes: Acho fundamental criticar os políticos que erram mas não se pode falar mal se não vota direito nem apresenta alternativa.

Costumo usar o Twitter e Blogs amigos como forma de termômetro para identificar quais são os assuntos em foco pelo país e mundo. Não que deixe de aparecer na padaria ou no açougue para ouvir a boataria e saber o tema do dia… Pelo contrário! Tenho feito isso até com mais frequência agora… Mas não podemos negar que o mundo virtual facilitou as coisas.

Falar mal de político então ficou uma beleza. Pela internet, diferente do que acontecia na padaria, eles ouvem o que falamos! E uma simples palavra rabugenta soltada como desabafo pode virar uma avalanche.

Cito aqui os exemplos narrados neste mesmo Blog com o @DrRosinha e o @Sen_Cristovam. O primeiro respondeu ao @GabrielAzevedo e foi detonado num debate virtual. O segundo, ao enrolar para responder a uma pergunta minha, acabou criando um debate interminável que se estendeu do Twitter para este Blog.

O problema, no entanto, é que a internet, ao mesmo tempo em que aproximou políticos e cidadãos, acabou por gerar uma crise de responsabilidade e ética entre os personagens reclamões.

Muitos passaram a falar mais do que já falavam antes, cuspindo fogo para tudo e todos sem nem ao menos verificar o teor e a veracidade de suas afirmativas.

Transformou muitos eleitores irresponsáveis em falsos profetas do apocalipse político que atraem seguidores e mais seguidores porque denigrem toda uma classe que, na verdade, deveria servir para nos representar.

Não prego aqui o fim das reclamações, pelo contrário! Sou ardente defensor delas. Prego, no entanto, a responsabilidade e a ética e, principalmente, que aquele que reclama se lembre, pelo menos, de quem votou nas últimas eleições.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

1 thought on “Aos responsáveis que reclamam”

  1. João,
    Seu post ressalta o importante papel da internet diante da sociedade permeando uma questão que carece relevancia: como e para que se usa a internet? Sem dúvida alguma, há muita irresponsabilidade por aí, seja em posts “maria vai com as outras” ou retweets que são puro fogo em palavras, porem carentes de conteúdo decente. É preciso que mais pessoas estejam dispostas a levantar esta polemica, e mais usuários se tornem atores da web, ao contrário de meros ventrículos que apenas repetem argumentos alheios sem ao menos questioná-los. Aliás, questionamento é algo que nao tenho visto com frequencia. Parabéns pelo blog e continue a levantar debates.

Comments are closed.