Quem é o #JOVEMpraVICE @DepIndiodaCosta

Antonio Pedro de Siqueira Índio da Costa é jovem.

Formado em Direito pela Universidade Cândido Mendes e especializo em Políticas Públicas pela UFRJ, Índio é nascido em 1970 e teve seu primeiro cargo público com apenas 23 anos – foi membro, em 1993, do Conselho Municipal de Desenvolvimento da cidade do Rio de Janeiro.

No ano seguinte foi indicado pelo prefeito Cesar Maia para ser Prefeitinho do Parque do Flamengo, cargo que desempenhou até o ano seguinte quando foi nomeado Administrador Regional de Copacabana e Leme.

Após um ano no cargo candidatou-se a vereador pela cidade do Rio pelo então PFL, atual Democratas. Sagrou-se eleito por três vezes: 1996, 2000 e 2004. Na primeira vez tinha apenas 26 anos e tem em seu currículo a co-autoria da política de turismo do Rio.

Foi indicado, com 31 anos, para ocupar a Secretaria Municipal de Administração da cidade do Rio de Janeiro. Prezou pela transparência e pela desburocratização, criando um sistema inovador que reduziu custos, prazos e níveis hierarquicos.

Ocupou o cargo por 5 anos até que, em 2006, foi eleito Deputado Federal com apenas 36 anos.

Hoje, com 40 anos, é membro da Comissão de Constituição e Justiça, a mais importante da Câmara Federal, da Comissão de Direito do Consumidor, e da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática.

É relator do Estatuto da Metrópole e foi relator – guerreiro – do projeto Ficha Limpa, que, vitorioso, garante moralidade à política e exige bons precentes dos que querem nos representar.

Índio da Costa é o jovem que o Democratas escolheu para nos representar ao lado de José Serra. Índio da Costa é o jovem que carregará consigo o sonho da juventude, a maturidade dos experiêntes e, principalmente, a força das novas ideias do povo brasileiro.

Força, Índio! Nós estamos contigo!

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.0/10 (3 votes cast)

Manifesto pessoal pelo #DEMpraPRESIDENTE

Desde sempre tive divergências ideológicas com o PSDB. Desde sempre estive com um pé recuado enquanto observava as alianças realizadas entre os Democratas e os Tucanos. Algo não ia bem.

Infelizmente, minha intuição acabou acertando e o PSDB tomou a decisão absurda de expor, antes de tudo estar fechado, sua opção por colocar os Democratas no banco de reservas.

Apostaram na submissão liberal. Acreditaram que tudo seria tranquilamente aceito, embora o Democratas tenha sua enorme bancada legislativa e seus mais de 2 minutos no tempo eleitoral de TV e Rádio.

Erraram. Erraram feio. E o Democratas, na base e no cume, se indignou, se manifestou e mostrou, a Deus, ao mundo e a quem mais quisesse ver, que tem pulso firme, dignidade e valor ideológico.

Lançamos na base o movimento #DEMpraPRESIDENTE, que abriu um enorme debate no Twitter a cerca dos nomes que poderiam nos representar na disputa presidencial e, com isto, demos lastro para que nossos líderes, e nisso cito o @DeputadoCaiado e o @DepRodrigoMaia, pudessem tomar as melhores decisões para o nosso partido.

Isso não é choro de criança birrenta. Não é a história do dono da bola, que deixou o campo por não poder jogar.

Pelo contrário! Isso é ter caráter, é dar continuidade a este caminho de renovação que deu fim a CPMF e expulsou mensaleiros. É manter a cabeça erguida e afirmar que o nosso partido não vai sucumbir em reverência ao ego tucano.

Sou pela união, pelo diálogo e pela construção de um Brasil melhor. Acredito sim que o Brasil pode mais. Mas pra isso acontecer, vamos ter de poder acreditar mais em nossos parceiros, vamos ter de poder respeitar mais os nossos acordos e, principalmente, vamos ter de poder sonhar mais com uma democracia que inclua a todos.

Caso contrário, faremos história e teremos, pela primeira vez e com muito orgulho, o #DEMpraPRESIDENTE.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (3 votes cast)