Um jovem liberal brasileiro na IFLRY

Artigo publicado também no site da Juventude Democratas, da RELIAL e do Instituto Friedrich Naumann.

Muito trabalho, muito conhecimento e, principalmente, muita esperança. Foi isso que trouxemos para o Brasil após onze dias de debates na Rússia em meio aos grandes encontros proporcionados pela Federação Internacional de Juventudes Liberais (IFLRY).

A federação, já consagrada após seus 31 anos de existência – foi fundada em 1979 – e que conta hoje com mais de 100 organizações membro estando presente em todos os continentes do planeta, realizou em São Petersburgo entre os dias primeiro e onze de agosto um seminário de formação sobre inclusão de minorias, a reunião de seu comitê executivo, de sua diretoria e sua grande assembleia geral, tendo reunido por lá mais representantes de mais de 40 países.

Participamos, eu e Henrique Sartori – o vice presidente para relações internacionais da Juventude Democratas -, e lançamos a minha candidatura ao cargo de tesoureiro da IFLRY – que estava vago junto ao de vice presidente.

A importância da federação é auto-explicativa, por sua área de abrangência e tempo de existência. A do seu tesoureiro, tão grande quanto. É a gestão de possíveis recursos das maiores fundações do planeta, organizações governamentais e grandes políticos que fazem acontecer eventos por todo o planeta – o próximo será no Líbano – incluindo a participação no COP15, em Copenhagen, onde a IFLRY foi a única organização de jovens liberais presente.

O seminário foi fantástico. Permitiu a troca de experiências do que é feito nos mais diversos países do globo e que, mesmo estando em cenários totalmente diferentes, garantem insights para novos projetos em nossas organizações locais.

A reunião do comitê executivo ídem. Colocou na mesma mesa jovens liberais de todos os cantos que, com o objetivo único da liberdade, debateram exaustivamente planos e ações para a federação.

Nas reuniões da direção foi dado um exemplo de democracia. O papel de executar as deliberações das demais reuniões mostrou como deveria ser gerida toda e qualquer instituição – inclusive os governos! De forma horizontalizada, todas as minorias – e maiorias – foram respeitadas.

A assembleia geral, graças a muito trabalho, foi um sucesso para a IFLRY e para nós, brasileiros liberais da Juventude Democratas.

Vimos o canadense Mateusz Trybowski ser eleito como vice presidente contra o candidato bulgaro e fui eleito, com 29 votos contra 24, para o cargo de tesoureiro desta Federação Internacional de Juventudes Liberais.

Pela primeira vez desde a fundação da organização um brasileiro ocupa um dos três cargos principais de sua diretoria – presidente, secretário geral e tesoureiro.

Como liberal, brasileiro e ativista da Juventude Democratas, estou orgulhoso com a oportunidade. Como freedom fighter – repetindo a expressão que citei com exaustão em meu discurso – direcionarei ainda mais meus esforços para, ao lado de cada amigo liberal, promover a verdadeira revolução dos indivíduos que tanto precisamos.

Obrigado a todos que foram parte, direta e indireta, desta conquista! Contem comigo, pois contarei com vocês! Vamos a luta!

joao@iflry.org

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (3 votes cast)

Quem é o #JOVEMpraVICE @DepIndiodaCosta

Antonio Pedro de Siqueira Índio da Costa é jovem.

Formado em Direito pela Universidade Cândido Mendes e especializo em Políticas Públicas pela UFRJ, Índio é nascido em 1970 e teve seu primeiro cargo público com apenas 23 anos – foi membro, em 1993, do Conselho Municipal de Desenvolvimento da cidade do Rio de Janeiro.

No ano seguinte foi indicado pelo prefeito Cesar Maia para ser Prefeitinho do Parque do Flamengo, cargo que desempenhou até o ano seguinte quando foi nomeado Administrador Regional de Copacabana e Leme.

Após um ano no cargo candidatou-se a vereador pela cidade do Rio pelo então PFL, atual Democratas. Sagrou-se eleito por três vezes: 1996, 2000 e 2004. Na primeira vez tinha apenas 26 anos e tem em seu currículo a co-autoria da política de turismo do Rio.

Foi indicado, com 31 anos, para ocupar a Secretaria Municipal de Administração da cidade do Rio de Janeiro. Prezou pela transparência e pela desburocratização, criando um sistema inovador que reduziu custos, prazos e níveis hierarquicos.

Ocupou o cargo por 5 anos até que, em 2006, foi eleito Deputado Federal com apenas 36 anos.

Hoje, com 40 anos, é membro da Comissão de Constituição e Justiça, a mais importante da Câmara Federal, da Comissão de Direito do Consumidor, e da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática.

É relator do Estatuto da Metrópole e foi relator – guerreiro – do projeto Ficha Limpa, que, vitorioso, garante moralidade à política e exige bons precentes dos que querem nos representar.

Índio da Costa é o jovem que o Democratas escolheu para nos representar ao lado de José Serra. Índio da Costa é o jovem que carregará consigo o sonho da juventude, a maturidade dos experiêntes e, principalmente, a força das novas ideias do povo brasileiro.

Força, Índio! Nós estamos contigo!

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.0/10 (3 votes cast)

Torne-se um jovem Deputado!

Os deputados Rodrigo Maia (RJ) e Efraim Filho (PB), presidentes do Democratas e da Juventude Democratas, lançaram o programa “Torne-se um jovem deputado“, um forte incentivo ao militante da Juventude Democratas que quer mostrar a força das novas ideias nas eleições de 2010.

A oportunidade se dá para todos que tem mais de um ano de filiação e menos de 32 anos de idade. Garantirá para o escolhido, dentre todos os que se cadastrarem, ampla assessoria para montar sua campanha.

Me inscrevi como pré-candidato a Deputado Estadual. Não por querer cegamente o cargo ou participar da disputa mas, por outro lado, para incentivar o programa, mostrar que a Juventude Mineira aprova a iniciativa pioneira e dizer que estamos a disposição do partido para dar ideias e para entrar no processo político.

Alias, faço aqui algumas indicações que me deixariam extremamente representado: o vereador de Vitória (ES) Max da Mata, o presidente da JDEM-MA Felipe Silva e o vice-presidente da JDEM-RS Felipe Diehl. São jovens fantásticos que tem muito a dar pelo nosso país!

E você? Já se inscreveu? A Juventude Democratas está de portas abertas!

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Juventude Mineira: a porta de entrada do jovem na política!

Parte do programa de expansão da Juventude Democratas de Minas Gerais, entra no ar o Blog da Juventude Mineira (www.juventudemineira.com.br) onde serão relatadas todas as atividades dos jovens Democratas do estado, além de frequentes indicações de livros, vídeos e outras mídias de informação.

Indico a visita e sugiro ainda que, para participar deste processo de expansão e integração, passem a fazer parte da Rede Social da Juventude Democratas. Baseada no sistema Ning, ela se trata de um “Orkut alternativo” direcionado aos jovens liberais de todo o Brasil!

Por fim, sugiro, é claro, os já conhecidos sites da Juventude Democratas e os Twitters da @JDemMG e da @JuventudeDEM!

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

Democratas baianos promovem a mobilização da juventude

Estive em Salvador durante o dia 20, última terça-feira, com o vice-presidente da Juventude Mineira, Ulisses Araujo, para palestrar para os militantes da Juventude Democratas da Bahia sobre movimento estudantil e a importância da mobilização para promover o desenvolvimento do nosso país.

Chegando por lá, além de poder conhecer de maneira breve algumas das maravilhas naturais da capital baiana, tivemos a primeira surpresa positiva ao ver a estrutura fantástica preparada por Renato Passini, presidente da juventude estadual, para o primeiro Fórum de Debates da ala jovem na Bahia.

Em um espaço que abrigou por volta de 100 jovens de todas as localidades do estado, ficamos posicionados de forma a promover uma grande conversa onde todos os presentes faziam parte ativa da construção dos assuntos.

Fomos introduzidos por um time excepcional de líderes experientes, incluindo o presidente Renato Passini, o ex-deputado e prefeito José Reinaldo, o ex-prefeito jovem e pré-candidato a deputado estadual Tom, o consultor Fábio Rocha e o gande líder baiano, ex-governador e pré-candidato Paulo Souto.

Todos eles tinham em seu discurso um ponto em comum: afirmar a necessidade do Democratas partir rumo a mobilização – palavra-chave do evento – para aumentar seus quadros e se fortalecer como a porta de entrada para o jovem na política.

Foi, a partir daí, que começamos nossa grande conversa. Sobre o ombro dos gigantes que nos antecederam, fizemos um bate-papo animado pautado na evolução – e involução – do movimento estudantil no Brasil que, desde o seu início na década de 20, passa pelo pior momento de sua história.

Narramos uma série de “causos” – tradicional expressão mineira – dos estudantes Democratas e exemplos de sucesso de nossos diretórios municipais, falando sempre da importância da mobilização, frizada por Paulo Souto, e do brilho nos olhos ao lutar pelos ideais, como mencionado por Fábio Rocha.

A conversa, que contou ainda com a exposição de casos por uma série de jovens e a troca de ideias acerca de questionamentos levantados, foi fantástica e me permitiu ainda conhecer pessoalmente alguns amigos que já acompanhava anteriormente pela internet, como Caio César – fundamental para a realização do evento -, Emerson, Rogério Neiva, Rodrigo, Ronney e Laerte.

Agradeço aos amigos baianos pela oportunidade e parabenizo por todo o entusiasmo no trabalho que vem sendo feito de maneira exemplar para todos nós, jovens Democratas, dos demais estados do país!

Estamos juntos na luta!

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (3 votes cast)

Dilma é recebida com manifestação em São João del-Rei

A visita da ex-ministra Dilma Rousseff a São João del-Rei foi marcada pela manifestação dos estudantes da Universidade Federal de São João del-Rei que, organizados pela Juventude Democratas, promoveram um ato contra a campanha antecipada que, segundo a legislação atual, configura crime eleitoral.

Mesmo tendo deixado o cargo na última semana, a pré-candidata a presidência foi anunciada no site da universidade pública por meio de um texto promocional que descrevia toda a sua trajetória política mas não explicitava o tema da palestra. Tal motivo causou indignação entre estudantes do Democratas – partido de oposição ao Governo Lula – e os independentes – sem filiação partidária.


Durante o ato, foi aberto um cartaz com os dizeres “Dilma emPACada, UFSJ aparelhada – Campanha antes da hora é crime!” que era acompanhado de um panfleto que manifestava a indignação dos estudantes pela cumplicidade da reitoria da universidade que, mesmo conhecedora de todo o cenário eleitoral, ajudava a promover todo este circo eleitoral.

O presidente da Juventude Democratas de Minas Gerais João Victor Guedes, estudante de economia da UFSJ, questionava: “Somos contra a Dilma por seu projeto de governo ligado ao PT, mas a questão não é nem essa: estão aqui, com o dinheiro da nossa universidade, promovendo uma candidata. Cadê o respeito ao estudante e ao cidadão brasileiro?”.

A palestra da Dilma, por fim, não teve tema específico. Foi direcionada a enaltecer os feitos do Governo Lula e a prometer novas ações caso ela seja eleita.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.6/10 (7 votes cast)

Pela vida, por Cuba e pela liberdade

Inicio este artigo em um momento dicotômico para a política mundial. Por um lado, ativistas dos direitos humanos conseguem forte espaço na mídia e nos parlamentos de todo o mundo para lutar pela liberdade de expressão em Cuba. Por outro, as atrocidades parecem ficar cada vez piores dentro da ilha socialista, com o falecimento de Orlando Zapata, o grave estado de saúde de Guillermo Fariñas e a recente prisão de Néstor Rodríguez Lobania.

Neste caso, todos os três citados têm dois fortes pontos em comum. O primeiro é a sua militância política que lhes garantiu a classificação de “Presos de Consciência” pela Anistia Internacional – organização não governamental mundialmente famosa. O segundo é que são alvo de uma investida do Estado e mídia estatal cubana – liderada pelo jornal Gramna – que tenta transformá-los em criminosos comuns, criando fichas policiais onde os acusam de crimes contra o patrimônio e comportamento agressivo.Para entender um pouco melhor o assunto, apresento o breve perfil de cada um deles tendo por fonte matérias recentes do periódico espanhol El País.

Orlando Zapata Tamayo era encanador e pedreiro, fundador do partido Alternativa Republicana e preso em março de 2003 no conhecido e triste evento Primavera Negra, quando foram presos mais 75 ativistas políticos.

Guillermo Fariñas Hernández foi diretor da agência de notícias Cubanacan Press e iniciou sua vida pública pelos direitos humanos em 1989 a partir de um protesto contra o fuzilamento do general Arnaldo Ochoa. Está cumprindo sua terceira pena como preso político e é conhecido por uma série de greves de fome, sendo que sua última – e mais famosa – foi pelo livre acesso a internet para todos os cubanos.

Néstor Rodríguez Lobania é o líder do Movimiento Cubano de Jóvenes por la Democracia e havia sido convidado para palestrar sobre a situação cubana no 2º Encontro de Geneva para Direitos Humanos, Tolerância e Democracia. Após a concessão do visto para a viagem, as autoridades cubanas vetaram sua saída do país – caso que mereceu uma carta de apelo para intervenção da ONU assinada no dia 4 deste mês por 32 organizações internacionais.

Zapata faleceu no dia 23 de fevereiro após uma greve de fome de 85 dias por melhores condições aos presos cubanos, enquanto o presidente brasileiro Luiz Inácio da Silva fazia visita amigável aos ditadores Raúl e Fidel Castro. Lula, em entrevista a Associated Press, condenou a greve de fome como recurso para libertar presos.

Fariñas, em greve de fome junto a Zapata e pela libertação de 26 presos políticos com graves problemas de saúde, foi hospitalizado no dia 11 deste mês após desmaiar em seu 16º dia de protesto. Lula, bem como o fez o Gramna, declarou apoio a justiça cubana e comparou dissidentes políticos a presos comuns.

Lobania foi preso no dia 9 quando se dirigia para o Ministério de Justiça para fazer um novo apelo para que pudesse viajar para o encontro sobre direitos humanos em Geneva. Segundo o Directorio Democrático Cubano, a falsa alegação policial é de conduta violenta e de crimes contra o patrimônio. Lula se calou.

Na contramão ao chefe de Estado brasileiro, seguem parlamentares e organizações de todo o planeta – incluindo o Brasil – que remetem às Nações Unidas e ao Governo Cubano moções de repúdio e campanhas pela liberdade de expressão na ilha socialista.

No Brasil, o deputado Raul Jungmann (Partido Popular Socialista) protocolou no dia 10 uma carta, junto a presidência, dos movimentos oposicionistas de Cuba solicitando apoio do presidente Lula na luta pelos direitos civis. Tentou ainda uma moção lamentando o falecimento de Orlando Zapata mas, na Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados, o deputado Nilson Mourão, do partido de Lula, promoveu uma manobra que impediu sua aprovação.

No Senado, no entanto, o mineiro Eduardo Azevedo (social democrata) conseguiu aprovar um voto de solidariedade ao povo cubano.

O Parlamento Europeu, em votação histórica de 509 votos pró e 14 abstenções, uniu socialistas a liberais pela aprovação da moção de repúdio à repressão de Raúl Castro e de preocupação em relação a situação de seus oposicionistas pacíficos.

Percebendo este cenário internacional favorável – o qual orgulharia o recém falecido filósofo liberal francês Jean-François Revel, autor de “Como terminam as democracias” – onde pela primeira vez nas últimas décadas vemos uma forte campanha mundial pelos direitos humanos em Cuba, não podemos permitir que o passar dos dias faça com que a bandeira caia.

Não podemos esperar que Guillermo Fariñas morra, como já disse estar pronto para tal, e que novos ativistas da liberdade sigam o mesmo caminho. Devemos intensificar tal campanha global e agir já!

É por esta visão que integro a campanha da Federação Internacional das Juventude Liberais (IFLRY) que, junto a Freedom House e outras organizações internacionais, intensifica a ação de sua Comissão para Cuba e se prepara para lançar uma nova campanha que atingirá todos os mais de 80 países na qual possui entidades representantes.

Representando a Juventude Democratas de Minas Gerais estou nesta campanha e convido a todos vocês, sensibilizados pelo espirito de liberdade dos ativistas cubanos, que se unam a IFLRY nesta nova campanha. Todo tipo de ajuda, desde que sincera e em prol da liberdade, é totalmente bem vinda.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Por que @DeputadoCaiado é o cara

A crise gerada por Arruda e pelo Democratas do Distrito Federal, que permanece promovendo o sangramento de todo o partido, teve um novo episódio hoje pela manhã.

Como narram os blogs do Noblat e do Jamildo e o portal R7, Paulo Octávio acabou de declarar o apoio do DEM-DF ao governador Arruda que, segundo Octávio, segue cumprindo seu plano de governo.

A resposta mais uma vez foi imediata: o deputado Ronaldo Caiado, líder da bancada na Câmara Federal, anunciou por seu Twitter @DeputadoCaiado que pedirá, como membro da Executiva Nacional dos Democratas, a dissolução do Diretório Regional do Distrito Federal por descumprir resolução nacional que coloca o partido contra o Governo Arruda.

Os jovens Democratas, mais uma vez ativos nas questões partidárias, começaram a se manifestar favoravelmente a esta decisão por iniciativa minha, do vice-presidente nacional Henrique Sartori e do presidente paulista Diego Conti.

Mais uma vez afirmo: @DeputadoCaiado, você sim é o cara! Obrigado pela representação, pela força e pelo ensinamento diário sobre como ser um líder de verdade.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

Libertários: à direita dos Democratas

Semana passada tive meu primeiro contato pessoal com os integrantes do Libertários (LIBER), o novo partido que tende a integrar o cenário político brasileiro nos próximos anos. São eles os ultra-liberais, dividos entre liberais clássicos, anarco-capitalistas e miniarquistas, que há tempos promoveram algumas discussões no site da Juventude Democratas.

As conversas foram interessantes… Fomos apresentados em um seminário do PSDB e logo de inicio recebi algumas indiretas de que o Democratas seria conservador demais para se considerar liberal. Achei engraçado… Na hora confesso que me senti um Tucano sendo considerado direitista pelo PT e esquerdista pelo DEM.

Nos próximos contatos tivemos a oportunidade de conversar melhor e achar diversos pontos em comum. Assumo que minha visão política acaba se aproximando bastante daquela que defendem os anarco-capitalistas, principalmente no tocante a liberdade do indivíduo, mas me considero um reformista.

Não acredito em mudanças bruscas, da noite para o dia. Não acredito que valha a pena sacrificar o curto prazo mesmo sabendo-se dos ganhos futuros. Devemos balancear… Saber dosar.

Mas acredito nos Libertários. Tem uma pureza política e ideológica invejável. O que falta a eles, no entanto, é um tom de realismo. Falta aliar aos seus objetivos também a prática política da negociação democrática. E isso não vai ser dificil. Já deram o passo mais complicado que é iniciar o trabalho.

Passei, a parti dali, a me considerar um admirador ainda maior da liberdade, da democracia e dos Libertários. Nós, como brasileiros ou democratas, temos muito a ganhar.

Para os interessados indico, além do site deles, os blogs em inglês dos professores Robert Paul Wolff, Hans Hoppe e Roderick Long, e em português do Instituto Ludwig Von Mises.

Aproveitem as leituras!

😉

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 9.2/10 (11 votes cast)

Um novo #DEMsemARRUDA

dem

Ele conseguiu fazer adiar a reunião da Executiva Nacional dos DEMOCRATAS para amanhã, dia 11. Entrou com um pedido no TSE para que este adiamento fosse ainda maior. Reclamou, chorou, berrou, tentou encobrir fatos, mas não adiantou. Arruda, intimado pela população brasileira, pela Juventude DEMOCRATAS e pelo partido, se desfiliou do DEMOCRATAS agora a tarde. Sabia que seria expulso, sabia que não conseguiria adiar o processo. E sabia, principalmente, que ele não teria espaço nesse novo DEMOCRATAS.

E era isto o que queríamos. A apresentação pública desse novo partido, consolidando-se ideologicamente mesmo após sua renovação de legenda, e de práticas que se destacassem pela ética, pela honestidade e pela proximidade com os anseios da população.

Conseguimos. Temos hoje um novo partido. Um novo DEMOCRATAS que prova, cada dia mais, que está no rumo certo para construir também um novo Brasil.

Agora cabe a nós dar o pontapé inicial na investigação dos demais envolvidos para puni-los de maneira exemplar não só dentro do partido ou com a opinião pública mas na justiça!

Os corruptos devem ser varridos mas não para de baixo do tapete como faz o PT. Devem ser varridos para a cadeia!

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

À dois dias do Juízo Final. Graças à @JuventudeDEM.

Faltam dois dias para o juízo final. Será na quinta-feira, dia dez, que o Democratas mostrará, mais uma vez, que é diferente do PT e dos demais partidos do cenário político brasileiro.

Tem quadros podres sim, como qualquer outra instituição do seu porte, mas faz questão de limpá-los publicamente!

E isso, meus amigos, não é fruto só de uma renovação da cúpula diretora. É resultado do nosso trabalho! Nós, da Juventude Democratas, fizemos a diferença e estamos construindo, com nossos líderes mais experientes, um novo partido!

É o que disse a Folha de São Paulo ao afirmar que “a juventude do DEM pressiona a cúpula do partido para expulsar o governador do Distrito Federal” relatando parte da carta dos jovens catarinenses que dizem não aceitar “compartilhar desse ato espúrio” que foi seu caso de corrupção.

Henrique Sartori, vice-presidente da @JuventudeDEM, foi mais longe ao dizer para o Estadão que “quando o PFL se propôs a mudar para DEM, quis a renovação e abriu espaço para a juventude. Mas não servimos simplesmente para carregar bandeira ou usar o apito”.

Por fim, o visão geral da galera é descrita no último parágrafo do artigo de Alon Feuerwerker do Correio Braziliense: “Talvez o partido devesse dar algum poder real à turma”.

É a hora da @JuventudeDEM. Nós estamos mostrando isso. E o juízo final de Arruda está aí para provar isso.

Parabéns para todos nós!

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

Porque me orgulho de ser @JuventudeDEM

A nova dinâmica de troca de informações proporcionada pelo Twitter transformou o mundo de tal maneira que passou a permitir que todo cidadão seja muito mais do que um leitor passivo. Viraram todos agentes em tempo real do mundo que os cerca.

É assim que vejo a participação da Juventude Democratas hoje na internet durante a reunião da Executiva Nacional de seu partido. Clamando, sem parar, pela expulsão imediata do (Ex)Governador Arruda (DF) e fazendo seus anseios chegar aos ouvidos dos Deputados e Senadores presentes, enquanto estes relatavam todos os acontecimentos também pelo mesmo mecanismo virtual – o Twitter.

Isto por si só já mostra a primeira revolução da Era da Informação Dinâmica: a transformação dos jovens militantes em personagens ativos da tomada de decisões.

Infelizmente a decisão do partido seguiu no sentido – também justo, caso analisemos de forma mais precisa – de permitir que o Governador acusado tenha oito dias para se defender – o que gerará um sangramento de prazo idêntico na mídia e em nosso dia-a-dia de base.

Mas, ainda assim, estou satisfeito, animado e totalmente motivado a seguir em frente. Afirmo isto porque acabei de presenciar e participar da Segunda Grande Revolução da atualidade: a mobilização e a exposição para todo o mundo da nova cara do Democratas, a real força da Juventude Democratas e, principalmente, a afirmação do tom que guiará o partido nos próximos anos.

Ativistas da Juventude Democratas: hoje vocês me deixaram orgulhoso de ser parte ativa deste família. Eu acredito em todos vocês. Eu acredito em nós. Sou #DEMsemARRUDA e @JuventudeDEM!

Obrigado!

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)